Pesquisar blog
Newsletter
Subscreve para receberes nossas ofertas, descontos, notícias e muito mais
Últimos comentários

Testemunho da vida real: "...o uso da maquilhagem sempre me trouxe emoções positivas e memórias felizes."

Postado em10 Meses atrás por
Favorito1

Depois de revermos e analisarmos os conteúdos para o blog, pela milésima vez, de forma a termos a certeza de que tínhamos os conteúdos que queríamos e que estes se encontravam alinhados com as categorias e seus respetivos nomes, tudo para ir ao teu encontro da melhor maneira; percebi que nem sequer tinha equacionado a hipótese de dar o meu testemunho pessoal acerca da maquilhagem. Que falha! Tinha que contar a minha história, não é verdade?!

 

O meu gosto pela maquilhagem começou por volta dos 4-5 anos. Juro!!! Lembro-me perfeitamente da minha mãe ter uma pequena bolsa com os seus poucos produtos de maquilhagem; que passavam por sombras, batons, máscara de pestanas e lápis preto para os olhos. Havia naquela bolsa um batom rosa forte que me fascinava; cada vez que a minha mãe pintava os lábios com ele eu pedia-lhe para lhe dar um chocho, aqueles beijos na boca, rápidos e ao de leve, em que apenas os lábios tocam nos lábios. O meu objetivo era que o batom dela passasse para os meus lábios, pois eu de seguida esfregava um lábio no outro, de forma a espalhar o batom que eu tinha “roubado” à minha mãe.

 

Na adolescência o gosto pela maquilhagem intensificou-se e lá voltei eu a assaltar a bolsa da minha mãe. Diga-se de passagem que, até sair de casa, nisto das bolsas de maquilhagem, havia a minha bolsa e bolsa da minha mãe e minha. Muito treinei, em frente ao espelho, com o lápis preto para olhos, com o batom e, em especial, com as sombras. Tanta foi a prática adquirida que me tornei na maquilhadora oficial das amigas que se lamentavam com a falta de jeito; eu confesso que adorava maquilhá-las.

 

A idade é um posto sabias? Com o passar dos anos fui-me tornando mais seletiva, prestando mais atenção à qualidade dos produtos. Prefiro ter menos produtos mas bons do que ter muitos e maus. Dou tanto valor a uma boa base; a uma boa máscara de pestanas que me fazem ficar com uns olhões enormes; a um batom hidratante com uma cor de “morrer”; a sombras que sejam fáceis de trabalhar, pigmentadas e que se conjuguem entre si. Mas muito importante, não passo sem o meu corretor verde, pois quando me maquilho à séria e não o ponho, só vejo rosácea.

 

A maquilhagem entrou, à séria, na minha vida com a Faces with Stories. Quando me convidaram para fazer parte da equipa, não foi pelo meu conhecimento em maquilhagem, mas confesso que senti vontade de saber mais, conhecer melhor e ser mais artista… E estou a adorar mergulhar de cabeça neste mundo cheio de cores e possibilidades.

 

Independentemente da fase da minha vida que aqui retratei, consciencializo-me de que o uso da maquilhagem sempre me trouxe emoções positivas e memórias felizes. Quando “roubava” o batom dos lábios da minha mãe  já achava que com ele me sentiria mais bonita; não interessava se ficava mais bonita, o que interessava é como me fazia sentir.

 

O importante é, sempre, como nos sentimos; devemos fazer, sempre, primeiro por nós; a procura primária pelo bem-estar será pelo nosso.  Às vezes é difícil e, confesso, que até eu às vezes me esqueço; mas faz uma diferença enorme quando nos sentimos melhores connosco e mais felizes… Passa para as outras pessoas, não achas?

2 Comentários
  • my********

    my******** 2020-04-17 Resposta

    After reading your blogs I'm very much confident about doing makeup himself at home.
  • pe***

    pe*** 2020-03-30 Resposta

    yeah
Deixe um comentário
Deixar uma resposta

Menu

Configurações

Clique para ver mais produtos.
Não foram encontrados produtos.

Partilhar

Crie uma conta gratuita para salvar itens favoritos.

Iniciar sessão